Como fazer escolhas?

Um campo limpo, o que semear?

É difícil se enxergar no meio de tantas possibilidades, se antes você nascia com um único destino que se arrastava de geração em geração, a família de camponeses, de ferreiros, de guerreiros… se antes você não tinha escolha sobre quem queria ser, profissão, filosofia, sexualidade, relacionamentos… hoje existem muitas e muitas opções, fica difícil se achar, você está no Paradoxo da Escolha como defende Barry Schwart, em uma sociedade líquida como diz Zygmunt Bauman, e ainda vivencia a Síndrome do Impostor de acordo com a Elizabeth Cox.

De acordo com o Ted Talks do Barry em 2005, nós vivemos em uma sociedade com tanta liberdade de escolhas que isso nos tornou menos livres, menos felizes, e no livro Amor Líquido de Bauman entendemos como essas escolhas fazem com que não consigamos aprofundar em nada, apenas devorando um objeto de desejo e passando para o próximo alvo. Para finalizar Elizabeth, para o site do Ted, diz que mesmo quando conseguimos escolher, e progredir, ainda achamos que não merecemos, que somos impostores.

Eu mesma me pego quase que diariamente em uma cansativa tentativa de achar qual é o meu lugar no mundo, qual é este grande propósito, como eu posso ser uma pessoa realmente importante, diferente, que ajudará a humanidade de alguma maneira. Acabo de fazer uma grande mudança em minha vida, a 10 meses larguei cidade, trabalho, carreira, tudo em pró de um sonho maior, e a cada encruzilhada eu esbarro neste objetivo que me olha, dá um sorriso e me escapa, ou não?

Não estar mais acorrentada a ser e viver aquilo que foi passado de pai e mãe para filha é um grande alívio, mas gera responsabilidade que talvez eu nunca tenha sido preparada, e de fato, acredito que nenhum de nós fomos. Nossa educação na infância foi feita para obedecer as regras, dizer que você tem muitas opções mas que o certo é apenas uma, “não, não e não”, sem nem saberem o que de fato nós queríamos, crescemos adultos cheios de liberdade e com um medo insano de estarmos errados, “por favor, alguém me fale se estou fazendo certo”.

Você tem muitas escolhas, todas as escolhas, mas precisa ser bem-sucedido, seja lá o que você considera como sucesso, mas é melhor quando vem naquele pacote todo, família, dinheiro, viagens, sorrisos, e se você falhar, não tem problema, esconde bem e continua, está tudo bem. Mas se você quiser alguma coisa remotamente fora de um padrão pré-estabelecido, “uau, como assim? Não, assim não dá não. Ser homem sem ser escroto? Ser mulher sem ser submissa? Ser rico sem ser arrogante? Intelectual sem ter lido este autor? Hippie sem fumar um baseado? Não, assim está tudo errado!”.

E o melhor são os objetivos, por que se você alcança uma coisa, você precisa logo arrumar outra meta, não dá para ficar parado, ócio criativo é um luxo dos artistas, estes que não aproveitam o tal ócio preocupados demais que cada onda no se torne uma inspiração. Afinal, você precisa ser melhor do que os outros, e se você parar o outro te alcança…Se identifica? Eu me identifico.

É claro, com este texto eu tampouco busco te trazer uma solução, já falei que também estou aqui, infantil, perdida, esperando o aval do pai e mãe terrestres ou do Pai e Mãe Divinos para que eu possa dar os próximos passos, tão difícil é lidar com a responsabilidade das próprias escolhas, tão difícil é aceitar que as vezes a vida é aleatória, tão difícil é relaxar e parar de controlar cada aspecto dela.

Este texto está mais para um depoimento, uma declaração de que estamos juntxs, e não sou que falo isso, citei aí 3 boas e confiáveis fontes para que você não ache que isso é só uma grande bobagem.

Você alguma vez parou de fato para pensar o que você faria? O que você quer? Se não tivesse ninguém vendo, se não tivesse nenhum lugar para chegar?

“Nada a fazer, nenhum lugar para ir, ninguém para ser”.

O que você quer?

3 comentários sobre “Como fazer escolhas?

Deixe uma resposta para Renata G. Ferreira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s